sábado, 23 de abril de 2011

Bênção do Pastor Para Pessoas



É certo o pastor de uma igreja abençoar os fiéis, como acontecem em igrejas por aí? Ou é só Deus que tem essa atribuição?


Prezado irmão em Cristo,

Obrigado por fazer contato conosco, Na Sala Do Pastor.
Quando um líder abençoa alguém, na pratica eclesiástica, ele não diz que a benção sai de si próprio. Ele deixa claro que é uma benção de Deus. Portanto o abençoador final é Deus. O humano que “abençoa”, é apenas um instrumento. Este exemplo é bíblico, sendo que no contexto de Antigo Testamento, aparece, geralmente, como realmente “abençoar”, e no Novo Testamento, como “impor as mãos”.
Abaixo, algumas curiosidades bíblicas sobre o assunto.

“Apresentaram-nos perante os apóstolos, e estes, orando, lhes impuseram as mãos”. Atos 6:6 .
“Não te faças negligente para com o dom que há em ti, o qual te foi concedido mediante profecia, com a imposição das mãos do presbitério”. 1 Timóteo 4:14.

“Esta é a primeira (Atos 6:6) vez que se menciona esta cerimônia no NT. No AT é mencionada em relação com o ato de abençoar (...Gênesis 48:13-14), de consagrar aos sacerdotes (...Números 8:10), e na dedicação de Josué à liderança (...Números 27:18, 23). Por tanto, os fiéis judeus não desconheciam o significado deste ato. Para os cristãos estava o fato adicional de que Jesus muitas vezes curava pondo as mãos sobre os enfermos (Marcos 6:5; Lucas 4:40; 13:13; cf. Marcos 16:18), e do mesmo modo abençoou as crianças (Mateus 19:15). Por isso, os apóstolos tinham um bom precedente para pedir uma bênção sobre os sete e consagrá-los mediante a imposição das mãos. Seguiram fazendo isto em situações similares, como pode ver-se em Atos 8:17;13:3;19:6. Na igreja apostólica, os que iriam tornar-se ministros, eram ordenados mediante a imposição das mãos (1 Tim. 4:14;5:22; 2 Tim. 1:6). Segundo Atos 6:2, a imposição das mãos era um procedimento eclesiástico habitual. Este costume devia significar uma estreita relação espiritual entre o Senhor e o que era assim consagrado...” .

Por estas informações, podemos chegar a algumas conclusões:

1)        Que no AT esta cerimônia era feita com o intuito de abençoar e também a fim de consagrar ou dedicar alguém para algum ministério específico;
2)        Que no NT foi usado por Jesus em muitas vezes em que curava; usou-a também para abençoar as crianças (como no AT);
3)        Que no NT foi usado pelos apóstolos a fim de ordenar ministros;
4)        A mesma era um procedimento Eclesiástico, ou seja, feita por algum líder da igreja.
5)        Este costume (impor as mãos) tem o seguinte significado: a estreita relação espiritual entre o Senhor e o que era consagrado.

Outros textos acerca da imposição das mãos realizada pelos líderes da igreja: II Timóteo 1:6; Hebreus 6:2...

A experiência de Moisés é um exemplo bíblico, de um pastor abençoando as ovelhas de seu aprisco, seus membros; mas também de que a fonte primaria da bênção é Deus (Nm 6:22-27).

Baseado no modelo bíblico, eu desejo que o “Senhor te abençoe e te guarde”..

Twitter: @Valdeci_Junior

Pergunta Que Será Respondida Amanhã:
O que quer dizer a frase dita pelo cego Bartimeu: “Jesus, filho de Davi”. Jesus não e o filho de Deus? Como eu posso entender esta frase?

Um comentário:

  1. Muito bom esse blog, olha o meu aew osoldajusticaestavindo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quer dizer o que pensa sobre o assunto?
Então, escreva aí. Fique à vontade.
Mas lembre-se: não aceitamos comentários anônimos.
Agora, se quiser fazer uma pergunta, escreva para nasaladopastor@hotmail.com