sábado, 16 de julho de 2011

Marcação de Datas Para a Volta de Jesus

Por que a Igreja Adventista do Sétimo Dia, durante sua formação, marcou várias datas e anos para o cumprimento de profecias, apesar de a Bíblia, em diversas passagens, condenar tais marcações de datas?

Quais datas?
A Bíblia não condena todas as marcações de datas. Aliás, há profecias bíblicas que fazem questão de identificar-se no calendário do tempo, como a profecia das 2300 tardes e manhãs de Daniel 8:14. O verbo “condenar” é muito forte para essa prática. O que a Bíblia diz é simplesmente que quanto ao dia e hora da volta de Jesus, ninguém sabe (Mateus 24: 36,50; Marcos 13:32; Lucas 12:46). Mas isso não é uma condenação e sim, uma declaração.
As profecias para as quais a Bíblia determina datas são estudadas e ensinadas até hoje pela Igreja Adventista do Sétimo Dia.
Quanto à data para a volta de Jesus, a IASD nunca determinou nada. É possível que você esteja confundindo a Igreja com o “movimento milerita”. Esse movimento de Müller esperava que Jesus voltasse no ano de 1843 e depois em 1844. Durante as décadas de 20, 30 e 40 do século dezenove, pessoas de todas as denominações protestantes norte-americanas da época estiveram envolvidas nesses movimentos. Eles eram “adventistas” por esperarem um advento, mas não havia uma denominação religiosa Adventista. Cada “adventista” daqueles tinha a sua denominação cristã. Ellen White, por exemplo, era metodista; Guilherme Muller era batista e ainda havia presbiterianos, entre outros.
Aliás, naquele movimento, o próprio Müller nunca chegou a marcar data e hora (que são os dois itens que a Bíblia diz serem desconhecidos). Ele apenas falava sobre o ano (e não de forma exata, mas aproximada) no qual ele pensava que aconteceria o advento. As pessoas que ouviram suas pregações é que marcaram datas para 1843 e 1844. O movimento marcador de datas para um possível advento morreu ali, na década de 40. Assim, muitos daqueles “adventistas”, metodistas, batistas, presbiterianos, continuaram em suas denominações. Outros abandonaram completamente a fé, e uns poucos continuaram estudando a Bíblia, mas sem fazer parte de uma igreja, especificamente. Desses últimos, somente na década de 60, cerca de vinte anos depois, surgiu a Igreja Adventista do Sétimo Dia que você já conhece.
Essa igreja (denominação religiosa), organizada nos anos 61 a 63 do século 19, nunca marcou uma data para a volta de Jesus, porque “quanto ao dia e hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão somente o Pai.

Um abraço,

Twitter: @Valdeci_Junior

Pergunta Que Será Respondida Amanhã:
Gostaria de entender o Salmo 2. O que significa a expressão "eu hoje te gerei"?

3 comentários:

  1. Na verdade, a IASD já estava organizada muitos anos antes, com Ellen e seus "profetas" que auxiliaram nas datações do erros proféticos pelos próprios adventistas, restando apenas escolher o nome qualquer que fosse a sua denominação. Então é certo que a despeito das vergonhas do adventismos em admitir seus erros na participação das heresias de contagens de dias, a IASD sim, é inteiramente responsável tenho por elo a Ellen White que inclusive, se enalteceu juntamente aos erros de Samuel Snow, o adventista que convenceu na determinação das datas e também a mesma Ellen que determinou tempos da vinda de Jesus, igualmente falhados. Portanto, é de toda a responsabilidade da IASD, independemente que nome escuso viesse a se disfarçar, marcou datas da vinda de Jesus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Harari, seu preconceito foi detectado!

      Excluir
  2. Penso que nos seres humanos somos fracos, e de pouco conhecimento, e infelizmente ficamos o tempo todo tentando advinha a coisas de Deus. Somos tolos. não devemos ficar espionando as pessoas, infelizmente estamos torcendo o tempo todo, que essa ou aquele pessoa erre só para irmos as redes de comunicação e zombar deles. Hipócritas somos todos que ao invés de focar em Jesus, ficamos buscando erros dos outros para ficar apontando. e sabemos que isso é errado, não devemos ficar criticando ninguém. sabemos que Jesus vai voltar, quando não é o problema meu e nem de ninguém. o que devemos fazer na verdade é seguir Jesus, imita-lo nas nossas ações e sei que Ele, não faria o que fazemos. pergunte pra você mesmo: "O que Jesus faria no meu lugar nesta situação" Ele é o único que lhe dará uma resposta correta" aprenda a ouvir a voz de Deus. O mundo ta cheio de pessoas mau intencionadas usando a palavra de Deus somente para o seu próprio beneficio. Deus é misericordioso e quando erramos Ele nos perdoa. Perdoe a si mesmo, pelas erros que cometi todos o dias. Eu não tenho religião, tento viver a minha com simplicidade e amor, Jesus faz parte da minha vida, ele é minha igreja e é a Ele de devo toda hora e glória. Eu estou do Lado de Jesus. Denominação religiosa não salva ninguém. Jesus já morreu por nos. (E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim.(Mateus 24:14) - Mas aquele que persevera até ao fim será salvo.(Mateus 24:13) Disse Jesus:Porém daquele Dia e Hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas unicamente meu Pai. (Mateus 24:35)"

    ResponderExcluir

Quer dizer o que pensa sobre o assunto?
Então, escreva aí. Fique à vontade.
Mas lembre-se: não aceitamos comentários anônimos.
Agora, se quiser fazer uma pergunta, escreva para nasaladopastor@hotmail.com