sábado, 31 de março de 2012

MENTIRA! - 1Samuel 28-31


Chegamos ao fim do primeiro livro de Samuel. Ele termina com final triste: o fim da vida de Saul. Foi um final tão infeliz, que faz com que algumas pessoas também façam tristes conclusões ao ler esse trecho da Bíblia. Para proteger você disso, resolvi comentar sobre esse aparente problema de interpretação bíblica.
Refiro-me à história de Saul, quando ele foi consultar uma médium em En-Dor. A questão é a seguinte: algumas pessoas querem ver no relato da feiticeira de En-Dor uma prova da imortalidade da alma. Isso seria correto? Podemos ou não nos comunicar com os espíritos de pessoas falecidas? Foi Samuel ou não quem apareceu na sessão espírita?
Tertuliano, Jerônimo, Lutero e Calvino acreditavam que um demônio apareceu em forma de pessoa, personificando Samuel. Conforme podemos observar em Hebreus 11, Samuel morreu salvo na fé em Jesus. Portanto, se fosse uma alma imortal de Samuel que tivesse aparecido para Saul, ela teria descido do Céu, e não subido das profundezas da terra.
Outro detalhe importante é que os israelitas tinham leis que condenavam a prática da feitiçaria com a pena de morte. Isso você pode ver em Levítico 20:27 e Deuteronômio 18:10-11. Se eles consideravam a bruxaria como algo tão satânico, como Samuel, um profeta de Deus, viria ali, obedecendo e apoiando os trabalhos de uma feiticeira? O próprio Saul já havia falado que Deus não lhe respondia mais. Essa é a maior prova que aquela aparição era o diabo.
O último ato da vida de Saul foi o suicídio. Saul se perdeu. Veja que esse sujeito que apareceu a Saul, disse: “...amanhã você e seus filhos estarão comigo.” Pense bem: se Samuel estivesse vivendo no Céu, e Saul fosse para um suposto inferno, como Samuel estaria falando que eles estariam juntos? Isso é mais uma prova de que não era Samuel. Como um profeta de Deus, o que Samuel falasse, se cumpriria. E Saul não morreu no outro dia. Então, o profeta estaria mentindo?
Quem estava mentindo era o pai da mentira: “Isto não é de admirar, pois o próprio Satanás se disfarça de anjo de luz” (2Coríntios 11:14). Se você interpretar o texto corretamente, verá que Saul nem reconheceu Samuel naquela sessão espírita. Ele só aceitou que a suposta aparição seria Samuel. Como Saul, alguém que tinha convivido tanto tempo com Samuel, não o reconheceria?
Se você ler 1Crônicas 10:13-14, verá que Saul morreu justamente por causa da transgressão contra Deus e por consultar a feiticeira.
O sábio disse: “Pois os vivos sabem que morrerão, mas os mortos nada sabem; para eles não haverá mais recompensa, e já não se tem lembrança deles” (Eclesiastes 9:5).




Twitter: @Valdeci_Junior
e
Fátima Silva

Um comentário:

  1. Nossa minha mente abriu mas com essa explicação, obrigado Pastor!

    ResponderExcluir

Quer dizer o que pensa sobre o assunto?
Então, escreva aí. Fique à vontade.
Mas lembre-se: não aceitamos comentários anônimos.
Agora, se quiser fazer uma pergunta, escreva para nasaladopastor@hotmail.com