terça-feira, 31 de março de 2015

Semana Santa em Caxias do Sul Acontece em Pequenos Grupos de Escola Sabatina

Neste 2015, programa de Semana Santa da IASD Central de Caxias do Sul está acontecendo em Pequenos Grupos. Estava tudo planejado para acontecer somente no auditório da igreja. Mas após assistirem o treinamento da Divisão Sul Americana (DSA) em 21 de fevereiro de 2015, a direção da Escola Sabatina e seus professores, juntamente com o Ministério Pessoal e a liderança da igreja, resolveram ampliar a pregação. De um ponto, para doze locais de transmissão do evangelho, foi a expansão.

O programa começou no sábado 28 de março com todos os membros reunidos na igreja. E a partir do domingo, cada professor passou a conduzir sua classe para algum lar que voluntariou-se a anfitriar o evento. Os membros da unidade se reúnem nas casas, em garagens ou consultórios, cantam, fazem pedidos de oração, oram, estudam e confraternizam juntos, usando todo o material cedido pelo site da DSA. O pastor tem visitado três pontos de pregação por noite, e pelo que tem sido contado, por estarem se reunindo em domicílios, há um número quatro vezes maior de participantes do haveria se o programa estivesse acontecendo somente na igreja.

A partir da quinta-feira dia 02 de abril, as reuniões serão gerais na sede da IASD em Caxias do Sul, situada à Rua Marechal Floriano, 307, Centro, às 19h30min. E na finalização, que acontecerá no dia 04 de abril pela manhã, alguns membros da Escola Sabatina estarão se tornando membros da igreja através do batismo. Este ato simbolizará a maior celebração que os adventistas intentam realizar na semana da paixão, que é exaltar o nome de Cristo e a entrega que o ser humano precisa fazer do seu coração a este precioso Salvador.

Vale notar que esta modalidade insere uma iniciativa inédita entre os adventistas da igreja de Caxias do Sul.

Se você não está participando deste movimento, acompanhe o programa de Semana Santa online clicando aqui.

Confira as demais fotos deste movimento no meu Face clicando aqui.

Um abraço,

Pr. Valdeci Jr.

domingo, 29 de março de 2015

Desbravadores São Destaque no Jornal Pioneiro

A Escola Estadual Abramo Randon recebeu, na manhã deste domingo, um mutirão de limpeza desenvolvido pelo Clube de Desbravadores Duque de Caxias, ligado à Igreja Adventista do Sétimo Dia. A atividade, que reuniu cerca de 50 pessoas, proporcionou coleta de lixo, corte de grama e manutenção em geral. A intenção é retornar em outra oportunidade para fazer um canteiro de flores, conta a diretora do clube, Rad Campos.

A iniciativa surgiu a partir da sugestão de estudantes, que falaram da necessidade da escola de receber as melhorias. Em 2014, conta a diretora do Clube de Desbravadores, o atendimento foi na Escola Estadual Olga Maria Kayser. Os trabalhos foram desenvolvidos na
Abramo Randon das 8h30min às 12h. O clube costuma desenvolver estes serviços e, conforme a diretora, é uma forma de ensinar valores aos jovens.

Por sua vez, a diretora da escola, Dilma Ferreira, destaca que a escola sempre tem necessidade desse tipo de serviço por ter uma área muito grande e a verba mensal do governo estadual, de cerca de R$ 2 mil, é insuficiente. 

— É uma bênção divina — define Dilma.

A ex-estudante da Escola Abramo Randon e participante do grupo de desbravadores, Adria
Garcia, 17 anos, atualmente cursando o terceiro ano na Escola Santa Catarina, foi uma das que sugeriu o mutirão. 


— Gosto de fazer esses projetos. Motivando as pessoas, a coisa anda — diz Adria.
O mutirão contou com aproximadamente 40 crianças, de 10 a 15 anos, e 10 pais.

Fontes:
1) http://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/geral/cidades/noticia/2015/03/mutirao-de-limpeza-na-escola-abramo-randon-em-caxias-reune-pais-e-criancas-4728750.html
2) https://www.facebook.com/groups/193912980705251/

quinta-feira, 26 de março de 2015

Por que Deus quis matar a Moisés conforme relatado em Êxodo 4:24?

“E aconteceu no caminho, numa estalagem, que o SENHOR o encontrou, e o quis matar” (Êxodo 4:24).

Alguns estudiosos da Bíblia acham que Moisés teve aqui uma experiência muito semelhante a de Jacó em Peniel, o qual teve de lutar com Deus. Outros crêem que Deus tencionou matá-lo por meio de uma grave enfermidade. Os Adventistas, com base no que escreveu Ellen White, entendem que um anjo de Deus apareceu a Moisés de maneira ameaçadora, prestes a exterminá-lo.

Por que Deus se dirigiu a Moisés dessa maneira? Com quase toda a probabilidade porque Moisés negligenciou proceder a circuncisão, o sinal do concerto, com respeito a um dos seus filhos.

Moisés estava retornando ao Egito com sua esposa e seus dois filhos (veja Êxodo 4:20). Gérson, o filho mais velho havia sido circuncidado de acordo com as instruções a Abraão (Gênesis 17:10-14). No caso de Eliezér, o filho mais novo, este rito havia sido negligenciado.

Zípora não cria na necessidade da circuncisão, e, portanto, havia resistido ao intento de seu marido de circuncidar Eliezér no devido tempo. O aparecimento do anjo tornou claro que a oposição de Zípora não excluiu Moisés de administrar o rito ordenado por Deus. Agora que Zípora viu que a vida de seu marido corria perigo ela se viu obrigada a circuncidar o filho ela própria.

Zípora, a esposa de Moisés, se opunha tenazmente a esta prática, e apenas a realizou porque a vida de seu marido estava em jogo. Mas ela o fez a contragosto, não como furto de um desejo de obedecer a Deus. Entretanto, ela apartou-se de seu marido por algum tempo após este incidente e ainda acusou Moisés de ser um “marido de sangue”, querendo assim dizer que “pobre tipo” de marido ela tinha que exigia fosse realizado um ato tão bárbaro como esse.

Sendo que Moisés havia sido escolhido por Deus para um papel de liderança de grande responsabilidade, circuncidar seus filhos tornava-se um dever prioritário. Ele precisava servir de bom exemplo para o povo de Israel em mostrar-se fiel às obrigações herdadas do concerto com Abraão.

A única maneira que Moisés poderia ser forçado a dar este passo, contra a vontade de sua esposa, seria a sua vida ser colocada em perigo. Através desta experiência amarga Moisés e toda a sua família puderam compreender o quanto Deus valoriza a obediência a seus reclamos.

  

quarta-feira, 25 de março de 2015

Quem é a Mulher Virtuosa de Provérbios 31?

Encontrei uma interpretação teológica questionável. Em seu folheto de lições bíblicas intitulado ”Provérbios”, na parte proposta para ser estudada em 24 de março de 2105, Jacques Doukhan sugere que teríamos “boas razões para crer que a ‘mulher virtuosa’ [de Pv. 31:10-31] represente a sabedoria”, como personificação, em paralelo com o capítulo 8. Apesar de ser professor de Hebraico e Exegese do Antigo Testamento, aqui este doutor em teologia apresenta algo muito questionável. A seguir, apresento dez razões pelas quais discordo desta interpretação de Doukhan.

1) Tenho vários comentários bíblicos em casa. Não encontrei nenhum outro comentário bíblico ou teólogo que faça tal interpretação. Pode até existir, mas como olhei em vários e não encontrei nenhum, com certeza será uma minoria em viés da teologia clássica.

2) Doukhan é um adventista do sétimo dia. Mas assim como os comentaristas em geral, nos teólogos adventistas que pesquisei também não encontrei nem um que fugisse da interpretação tradicional, que é ver a mulher de Provérbios 31 como realmente uma mulher.

3) Ainda perseguindo a orientação teológica de Doukhan, é interessante notar que o Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia (SDABC) também não vê a mulher virtuosa de Provérbios 31 como sendo a personificação paralela da sabedoria de Provérbios 8.

4) Nem mesmo Ellen G. White (EGW), autora usada como referência dentro do adventismo, faz qualquer aplicação diferente de dizer que o que o autor de Provérbios 31 queria apresentar seria uma pessoa prudente, sábia.

5) Encontrei uma fonte teológica que aplica a personagem de Provérbios 31:10-31 para além de uma simples mulher: Virgínia Everett Davidson e Ernest J. Steed. Mas nessa “Lição da Escola Sabatina” do quarto trimestre de 2000, esses autores simplesmente sugerem que ambos os cônjuges, ou seja, também o homem e não somente a mulher, poderiam copiar os exemplos de comportamento descritos no texto.

6) Não existe correlação linguística para os termos “mulher” de Pv. 31 e “sabedoria” de Pv 8. O autor força a barra ao dizer que essa personificação da sabedoria seria justificada “porque a palavra hebraica para ‘sabedoria’, chokmah, é um substantivo feminino”. Ora, então eu posso dizer que as éguas de Faraó mencionadas em Cantares 1:9 representam a Igreja, pois ambos (égua e igreja) são substantivos femininos. Na realidade, o original hebraico issah para a palavra mulher em Pv 31 não tem nenhuma raiz ou prefixo comum com chokmah.

7) A mulher virtuosa tem um marido (versos 11, 23 e 25). Quem seria o marido da sabedoria? Se anteriormente Doukhan interpreta que a sabedoria de Provérbios 8 seria a personificação de Jesus, então Jesus seria uma mulher? Se a mulher fosse Jesus, quem seria o marido de Jesus? E a igreja, seria simbolizada biblicamente pela mulher, pelo marido ou por Jesus?

8) “Fala com sabedoria” (verso 26, NVI). Ou seja, “abre a sua boca com sabedoria”. A sabedoria fala com sabedoria? Ou, a sabedoria é sábia? Se a mulher de Provérbios 31 fosse a sabedoria, porque o autor precisaria dizer que ela é sábia? Não seria óbvio que a sabedoria é sabedoria?

9) Da mesma forma, a personagem de Pv. 31 é apresentada no verso 30 como alguém que “teme ao Senhor”. Mas o autor Doukhan interpreta Provérbios 9 em definição de que a sabedoria é o temor do Senhor. Seria correto então dizer que o temor do Senhor teme ao Senhor? Ou que o temor do Senhor tem o Temor do Senhor? Apegar-se à essa não redundância neste item e no anterior pode parecer pequeno, mas esse é o mesmo “princípio hermenêutico” usado pelos adventistas para combater os anti-trinitarianos que dizem que o Espírito Santo seria somente o espírito de Deus, alegando que seria incoerente interpredar de muitas passagens o espírito do espírito de Deus.

10) E por fim, vale notar que os autores de Provérbios 8 e de Provérbios 31 não são a mesma pessoa. Isso diminui a suposta evidência que, depois de escrever quase todo seu livro sobre sabedoria, o autor agora viesse a fazer uma conclusão com chave de ouro num resumo alegórico. O próprio título do livro bíblico já nos deixa claro que temos uma coletânea de verdades, e não uma cadeia textual exatamente correlata e crescente entre si.

Conclusão

Interpretação virtuosa, quem a achará? Prefiro ficar com a interpretação tradicional, onde tanto os autores comentaristas bíblicos em geral, quanto os teólogos adventistas, quanto o SDABC, quanto EGW e até mesmo as Lições de Escola Sabatina sobre Provérbios anteriores a esta afirmam que a mulher virtuosa de Provérbios 31:10-31 é “literalmente, uma esposa nobre (Comentário Bíblico Moody, 77)”.

O teólogo Jacques Doukhan teria sido mais feliz se tivesse feito uma aplicação, e não uma interpretação. Uma coisa é dizer que o texto ou o autor do texto querem dizer exatamente isso. Outra coisa é dizer que poderíamos fazer um paralelo deste texto com aquele outro. Ou seja. Uma coisa é querer dizer que mulher virtuosa em Provérbios 31 seria um símbolo que personifica a sabedoria de Provérbios 8, escrito nesta intencionalidade pelo autor. Outra coisa seria fazer uma aplicação, chamando a atenção do leitor para notar a curiosidade de que ambas as descrições têm vários pontos semelhantes.

Mas de qualquer forma, podemos aprender de Provérbios que a sabedoria pode ser buscada por nós para a personificarmos em nós mesmos, e que uma pessoa que procurar ser virtuosa terminará parecendo ser uma própria personificação da sabedoria.

Isto é buscar ser semelhante a Jesus. Busque ser sábio, e você será semelhante a Ele. Busque a Ele, você será sábio! Ele é a própria sabedoria em Pessoa.

Um abraço,

Pr. Valdeci Jr.

Textos Relacionados:

terça-feira, 24 de março de 2015

Por Que Ser Um Jovem Cristão?

Uma declaração de fé muito interessante:




Um abraço,
Pr. Valdeci Jr.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Jesus Pode Preencher Seu Vazio

Um internauta escreveu:

“Estou sentindo um vazio muito grande”.

A despeito de como você se sente, Jesus o ama muito. Ele quer que você saiba disso. Por isso ele veio ao mundo.

Você é a coisa mais linda que Jesus fez. Ele sabia que em algum momento você estaria desanimado e infeliz. Por esta razão, Ele deixou para você esta maravilhosa mensagem: "Pois que com amor eterno te amei, também com benignidade te atraí" Jeremias 31:3.

Se você se sente vazio, é porque Jesus precisa preencher esse espaço em Sua vida. Leia diariamente Sua Palavra, ore e medite em Jesus, e você verá o quanto Ele pode preencher os momentos de solidão.

Com Cristo ninguém se sente solitário. Jesus preenche todos os espaços desagradáveis e torna-os vibrantes e cheios de luz.

Experimente Jesus. Fale com Ele de forma diferente da que vem fazendo. Seja sincero e sinta o calor de Seu santo Espírito ao seu lado a lhe ajudar.

Estarei orando por você.


“Dá-me, filho meu, o teu coração, e os teus olhos se agradem dos meus caminhos”. (Provérbios 23:26 RA).

“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo”. (Apocalipse 3:20 RA).
  




domingo, 22 de março de 2015

Política, economia, sustentabilidade… chegou a hora! - Sermão

Pensei que não estaria aqui, devido ao protesto dos caminhoneiros. Mas, dizem os que se colocam como especialistas, que o protesto dos caminhoneiros não duraria muito mesmo, porque o Governo faria todo o possível para abafá-lo logo, uma vez que havia um grande temor que tal protesto servisse de faísca e combustível para o grande e maior protesto que está vindo aí, no dia quinze de março.

Quinze de Março promete. Com certeza você deve estar ouvindo falar, você deve estar lendo e assistindo na mídia, sendo abordado nas redes sociais, sobre a vontade de uma grande parte da população brasileira de que aconteça o impeachment da presidente Dilma Rouseff. Não vim aqui levantar ânimos políticos. Nós como igreja não nos envolvemos, nem temos nada que ver com isso. Mas é impossível negar que o fato esteja acontecendo. Que fato está acontecendo? O desespero do brasileiro com sua própria política. O grito de qualquer destes protestos que acontecem há pelo menos dois anos se resume contra uma coisa: a corrupção. Mas o grito é desesperado por quê? É exatamente porque se sabe que a raiz do problema não vem a ser Dilma, ou PT.

Mais abaixo no caule está o fato de que se tiramos Dilma, vamos colocar quem? Não temos opção! O sistema todo é um puro caos político. Eu acredito que deve existir algum político que não seja corrupto, mas o que ele pode fazer praticamente sozinho? Mais ainda perto da raiz está o fato de que o problema não está na política.

O problema está na ética do comportamento brasileiro. Nós somos corruptos. Somos ensinados, na nossa formação, na nossa educação, a não devolver o troco errado, a não sermos pontuais, a não respeitarmos as leis de trânsito,  a tirarmos vantagens em esperas, a conseguirmos que alguém de influência que está lá dentro nos ajude a conseguirmos o que queremos, na construção, na liberação, no emprego, na vaga no hospital, etc.. Ninguém melhor do que nós para estar tão acostumado a dar o famoso jeitinho brasileiro, que aliás, teria um título mais adequado: corrupçãozinha brasileira. Se você já deu um jeitinho brasileiro saiba que naquilo você foi um corruptinho brasileiro. E a diferença dos nossos atos corruptos para os atos corruptos dos políticos que estão lá em cima é apenas o tamanho da consequência. Mas a essência é a mesma. Praticamente qualquer um de nós que for colocado lá não vai mudar o modus operandi. E nos últimos anos, depois de passar por tantos cantos do Brasil, eu ando sinceramente frustrado por ter muita convicção de que não há solução para essa situação do nosso país. Infelizmente, esses que pretendem fazer protesto acham que chegou a hora. Mas não vejo no que eles colocam suas esperanças.

Mas o quadro mundial não está muito diferente. Digite “Crise Mundial” no Google e você vai ver que a maior parte dos links que vão aparecer estarão relacionados a financeiros, jornalistas e economistas quase todos falando de Petróleo. Você pensa que essa crise econômica oriunda da petrolaria é só nossa? O problema é mundial, e muito mais amplo do que a operação lava-jato. Na realidade, em qualquer canto do mundo, não existe mais a segurança da riqueza. Hoje em dia não existe economia que não esteja na corda bamba, correndo seus riscos por um fio.

E parece que vai gerando um ciclo vicioso, pois em nome de sua própria riqueza, o homem destrói a natureza. Mas aí a natureza aparece revoltada, e vem comendo a própria riqueza acumulada. O preço é alto.

“Atenção! O planeta Terra pode ser destruído” – Albert Einstein 

“O planeta e todos os seus habitantes estão emitindo uma corrente constante e de baixa freqüência de sinais de desespero” – Phillip Yancey.

“Sabemos que toda a criação geme como se estivesse com dores de parto” (Romanos 8:22).

Série de Matérias: “A Terra no Limite” – Revista Veja.

Série Jornalístico-Científica: “Fim dos Tempos” - TV Record.

“O Fim do Mundo Começou” – Super Interessante.

Temos pelo menos sete grande possibilidades de autodestruição - Nossa Hora Final – Martin Rees – Astrônomo da Grã-Bretanha.

Não estamos mais no holoceno, mas no antropoceno - Paul Crutzen – Cientista Holandês.

A humanidade está correndo riscos de ser aniquilada por cataclismos naturais - Catástrofe – Risco e Resposta - Richard Posner.

Mas não precisamos de nada disso para saber que São Paulo, há poucas semanas, passou por um fio de sofrer o caos da falta dágua, que geraria epidemias e fome numa escala tão exponencial que traria, ao Brasil, uma verdadeira catástrofe.

Olha, eu não sou um pessimista. Eu apenas estou acompanhando o que acontece. E basta voce estar por dentro dos fatos pra você ter plena consciência de que chegou a hora do fim do mundo,  na nossa geração. Não precisamos nem da religião, nem da Bíblia, nem da profecia e nem mesmo de Deus para enxergarmos o deadline.  Eu não sou sensacionalista, eu apenas estou relendo o livro O Grande Conflito e acompanhando as notícias. 

 Eu lhe desafio. Pegue qualquer um destes estudinhos bíblicos comuns e reestude as passagens bíblicas sobre os sinais da volta de Jesus e olhe pra fora da sua janela pra você perceber que não precisamos mais de marcadores de datas,  porque chegou a hora.

Então meu querido, queira você ou não, chegou a hora de você dizer como Jesus: Pai, eh chegada a minha hora.

Você se lembra quando foi que Jesus falou isso? 

Mas não eh desse momento que eu quero falar. Houve um outro momento em que Jesus falou, que a hora tinha chegado.

E esse momento tem tudo a ver com o atual momento em que você está vivendo. Leia comigo João 17:1. Sabe o que isso aqui tem a ver com você? Jesus estava às vésperas de uma coisa grandiosa que estava para acontecer. E nós também estamos na iminência de alguma coisa grandiosa. 

Do jeito que o planeta está a coisa  não vai continuar assim porque é insustentável. 

Alguma coisa vai acontecer.

Quando vai acontecer um casamento. .. o que os noivos fazem?

Quando vai acontecer um vestibular pra medicina o que o pré universitário faz?

Quando vai acontecer uma prova da oab o que o bacharel em direito faz?

Quando algo grandioso está para acontecer, fazemos coisas grandiosas em grande quantidade. 

Isso acontece com o desportista na pré competição, com o combatente na véspera da guerra. 

Quando Jesus viveu aqui neste mundo ele também teve grandes embates. E você vê que sempre antes de encarar os grandes desafios, ele afiava o machado. 

Antes de começar os três anos e meio de ministério, ele jejuou 40 dias no deserto. 

Antes de nomear os doze ele passou a noite em oração. 

Antes de andar sobre o mar e dar voz de comando ao próprio mar, ele subiu ao monte para orar.

Antes de expulsar o demônio que ninguém conseguia expulsar, ele estava no monte da transfiguração.  E antes de enfrentar o maior sofrimento já registrado pela história humana, a cruz, ele fez a sua maior oração registrada na Bíblia. 

Leia JOÃO 17. 

Chegou a hora.

1) Jesus ora por si mesmo. Comunhão. 

2) Jesus ora por Seus discípulos. Relacionamento. 

3) Jesus ora por todos os que viriam a crer. Missão. 

Se você quer vencer em qualquer outra coisa na vida, então você pode ter outros tipos de preparo.

Agora, se você quer ter vitória espiritual, o modelo eh esse aqui de Jesus. Oração que redunde em Comunhão, Relacionamento e Missão. Essa é a vitória que vence o mundo. Pra sobreviver o que está vindo ao mundo, a batalha é espiritual. E se você acha que isso não existe você não sabe nem o que pensa, porque se você acha que isso não existe não dá pra entender o que você está fazendo aqui. Portanto, se você está aqui, e porque você crê nisso, assuma você ou não. 

Então meu amigo, chegou a hora.

Chegou a hora de botar em cheque mate se a volta de Jesus é importante pra você, ou não. A intensidade com a qual você ora, ou vai orar é proporcional à importância que a volta de Jesus tem pra você. E o quanto a volta de Jesus é importante pra você determinará o quanto você estará preparado por sua ocasião,  ou não. 

Não fique com medo. Ore. Chegou a hora de você orar como nunca. Do jeito que a gente aprendeu essa a semana.

Do jeito que Jesus deixou ensinado aí pelo exemplo através desta oração. 

Versos 1 a 5 - Jesus orou por si mesmo. O Criador do Universo, Deus em pessoa, o Maravilhoso, Conselheiro, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz, que era capaz de fazer qualquer milagre, que ninguém mais pode fazer, tinha plena consciência de que ele mesmo precisava de oração.  Ele mesmo pedia aos discípulos que orassem por ele, que orassem com ele. Ele orava por si mesmo. E isso não é egoísmo, mas sim, senso da dependência de Deus. Então meu querido, gaste tempo para escancarar a sua real situação para Deus. Muitos aí sonham em ter um amigo, uma alma gêmea, pra quem se pudesse dizer tudo. Muitos gastam tanto dinheiro com  psicólogos só para serem ouvidos. Muitos outros, sem conseguir nada disso, se auto destroem na prostituição, nas drogas, nos jogos e em outros vicios degradantes, só para preencherem em si esse vazio existencial que carregam dentro do peito. Mas você não precisa disso. Você tem a instrução de Deus. Você tem o exemplo do próprio Jesus! Separe na sua agenda, meia hora, ou mais, por dia, de compromisso marcado, com tudo em off, e abra o coração a Deus, como a um amigo. E a cada vez que fizer isso, faça de conta que está no meio do mato, sequestrado, com um revolver na nuca. Acerte tudo com Deus. Diga para ele o que sente, como você é, quais são os motivos do seu coração, quais são as suas maldades. Quais são os seus sonhos. Suas ansiedades, suas paixões, suas vontades. Conta pra Ele. Mesmo que sejam más. Não tem problema. Confesse pra Ele que você é um pecador. Lave sua alma. Esvazie-se. Suplique pelo batismo com o Espirito Santo. Não termine de fazer isso enquanto não sentir paz, enquanto não sentir-se perdoado, salvo em Jesus. E quando isso tiver acontecido... sua oração ainda não estará completa.

Versos  6 a 19 – Jesus orou pelas pessoas que conviviam com ele. Ora, meu amigo, se a oração é tão preciosa assim. Se isso é tão bom pra você, então você vai querer para as pessoas que você ama também. Ou então a sua oração é uma farsa. Ou então você não ama os seus familiares, nem os seus amigos nem os seus parentes. Chegou a ora de parar de orar só por si mesmo. Agora, depois de ter feito uma longa oração com todos esses detalhes por você, sobre você, você vai orar tudinho de novo agora, mas sobre sua mãe. E quando terminar de falar tudo sobre sua mãe, aí vai fazer por sua sogra. Essa é a parte boa da história, rsrsrs, porque Deus pode fazer justiça! Daí você vai fazer toda a oração de novo por sua mulher, depois pelo seu primo, depois pelo seu empregado... Não é orar por uma lista:abençoe fulano, cicrano, beltrano, e pronto não. É se importar sobre detalhes peculiares de cada um. Entende por que é que Jesus passa a noite orando? As vezes a gente se pergunta: “mas de onde é que ele tirava tanto assunto pra falar na oração”? Tái, meu querido. A oração intercessora, ela pode não ter fim. Se você realmente ama alguém, você vai orar por quem você ama. E se você realmente ama a Jesus, você vai se importar também com as pessoas que Jesus ama. E aí vem o nível mais sublimado da oração. A oração por missão.

Versos 20 a 26. - Jesus orou por todos os que viriam a crer. Jesus orou pela missão. Jesus orou pela igreja. Jesus orou pelos ministérios. E você? Se você não sabe nem o que orar sobre isso, então nessa parte da oração você vai clamar para Deus lhe ensinar. Mas eu garanto que você sabe sim. Quando vier à igreja, traga uma caderneta, ou abra o editor de notas do seu celular, e vai anotando, tudo o que você acha que são necessidades e desafios da missão da igreja, ouça os pedidos de oração, as explicações dos líderes. Quando chegar em casa, sente-se e monte também um plano missionário pessoal, de acordo com os dons e os recursos que Deus lhe deu. Além dessas duas listas, faça uma terceira lista. Liste o nome de pessoas que você conhece, que não são exatamente chegados seus, como familiares, parentes e amigos íntimos, que não conhecem a Jesus, mas que estão na sua mira. Ainda que de longe, ainda que parecendo inacessíveis. Aí, meu amigo, nessa terceira parte da oração, ore pela missão da igreja, ore pelo seu próprio ministério pessoal, e ore também por esta lista de pessoas que você imagina que podem e precisam conhecer a Jesus.

Sabe queridos, desde criança ouço falar que Cristo Está voltando. A cada episódio de violência, terrorismo, abuso, greves, e coisas ruins, eu cresci ouvindo os pais e parentes dizerem: é, agora sim, Jesus volta. Agora o decreto vai ser assinado. E até hoje não foi. Mas uma coisa é fato. Decreto sendo assinado ou não, o evento final da minha vida pode chegar a cada instante. Por um acidente de trânsito, por uma bala perdida, pela novidade de um câncer, por uma parada cardíaca, ou até mesmo pela cauterização da minha consciência (e esse é o maior perigo). Portanto, muito mais do que preocupado com ter chegado ou não a hora do planeta, eu preciso me preocupar com a hora da minha vida. E viver a cada instante como se fosse chegada a minha ora. Porque quando tudo é arrancado de nós, e nos sobra somente a respiração, com o que é que nós vamos nos importar? O que será importante?

Minha família e eu estávamos trabalhando para a igreja e morando no estado de Alagoas. Meu sogro, muito velhinho, estava esforçando-se para viver. Mas ao mesmo tempo, cansado de viver. E nós procurávamos dar força pra ele, incentivá-lo de alguma forma, a vencer a morte. Eu dizia para ele: Olha, a Fátima está grávida. Aguenta firme, para o senhor conhecer sua próxima netinha. Mas chegou um dia em que minha cunhada nos telefonou. Chegara a hora. Ela percebeu que ele estava na reta final. Nós fizemos uma viagem às pressas. Foi uma viagem do cão. Cara, dificílima e cansativa. Depois de nem sei quantas horas viajando, ao chegar a Taquara, nem quisemos ir para casa. Fomos direto a igrejinha, para o hospital em que ele se encontrava. Ele estava dormindo. Nós estávamos podres de cansados. Depois de uma meia hora nos inteirando direito da situação, ficou decidido: a Fatima precisava voltar para Taquara para descansar. Afinal, estava grávida. E eu? Merecia também um descanso? Não! Eu não quis nem ir tomar banho. Por mais que insistissem, eu estava decidido: naquela noite, eu seria o acompanhante do seu Miro. Era muito importante, uma vez que a hora tinha chegado. E eu não dormi a noite. A cada vez que ele recobrava, em poucos instantes, a consciência, eu fala de Jesus ao seu ouvido, eu cantava canções de esperança para ele, eu orava com ele. Eu vigiava. E aquela vigília era porque nós sabíamos que era chegada a sua hora. De manhã, minha esposa voltou ao hospital. Era a única filha que faltava para a reunião. Há semanas ele a aguardava. Ela entrou no quarto às 7h25. E às 7h30min, ele faleceu. Estava segurando ao máximo que dava, mas Deus já tinha marcado a hora. E ele sabia disso. Ele era dali de Rolante, da fazenda Passos, um dos berços do adventismo. Criou minha esposa desde criança apontando para os fatos que pareciam indicar que Jesus agora sim, agora viria. Mas agora para ele não importava mais se estamos no fim do mundo ou não. Importava que ele estava em seu fim aqui neste mundo.

E você? O que é importante para você? Não seja indiferente, porque há alguém que se importa com você, e com a hora da sua vida. Em que hora você está vivendo? Talvez nem você saiba, mas esse alguém sabe, e se importa. E ao ouvir agora essa música, que expressa esse tamanho carinho dEle por você, pense no que você está fazendo, da sua própria vida, como resposta. E converse com Ele em oração.



Filho vai chegou a hora. 

Um abraço,

Pr. Valdeci Jr.


O mesmo conteúdo deste sermão pode ser visto em vídeo (clique aqui) e em artigo (clique aqui).

terça-feira, 17 de março de 2015

Família Tradicional - Vote na Câmara dos Deputados - Urgente!

Amigos peço a atenção de todos pra essa votação online sobre a temática da família promovido pela Câmara dos Deputados.

Os LGBT iniciam a guerra contra o formato família.

Pessoal divulguem em todos os seus grupos urgente....


A Câmara dos deputados está promovendo uma enquete querendo saber se:

"Você concorda com a definição de família como núcleo formado a partir da união entre homem e mulher, prevista no projeto que cria o Estatuto da Família? "

Os LGBT's estão votando NÃO em massa e estão ganhando.

Divulguem o máximo que puderem!


Votem no SIM!!

REPASSEM para os contatos, precisamos votar no SIM!!

Isso é bem importante nosso futuro depende disso, não podemos perder! Repassem para o máximo de Cristãos que puder!

Votem e espalhem o link para o maior número de cristãos que vocês puderem!!!

Dá para votar pelo celular, é simples e rápido!

Um abraço,

Pr. Valdeci Júnior

Família Tradicional - Vote na Câmara dos Deputados - Urgente!

Amigos peco atencao de todos pra essa votacao oline sobre a temática da família promovido pela Camara dos Deputados.
Os LGBT iniciam a guerra contra o formato familia.

Pessoal divulguem em todos os seus grupos urgente....

A Câmara dos deputados está promovendo uma enquete querendo saber se:

"Você concorda com a definição de família como núcleo formado a partir da união entre homem e mulher, prevista no projeto que cria o Estatuto da Família? "

Os LGBT's estão votando NÃO em massa e estão ganhando.

Divulguem o máximo que puderem!


Votem no SIM!!

REPASSEM para os contatos, precisamos votar no SIM!!

Isso é bem importante nosso futuro depende disso, não podemos perder! Repassem para o máximo de Cristãos que puder!

Votem e espalhem o link para o maior número de cristãos que vocês puderem!!!

Dá para votar pelo celular, é simples e rápido!

Um abraço,

Pr. Valdeci Júnior

segunda-feira, 16 de março de 2015

Suas Palavras Têm Poder!

A palavra proferida no tempo certo é como frutas de ouro incrustadas numa escultura de prata. Provérbios 25:11

Naquele dia, eu acordei triste e desmotivada. Estava cursando o ensino médio em um colégio interno. Era feliz ali, mas estava cansada, com vontade de desistir.
Com esses sentimentos sombrios, fui para o refeitório tomar o desjejum. Eu mal sabia que Deus estava preparando uma surpresa para mim. Sentei-me perto do diretor da escola. Depois de conversarmos sobre algumas coisas, ele disse uma frase que, a partir dali, marcou minha vida para sempre: “Fátima, ainda vou escrever em sua testa ‘nascida para vencer’.”
Saí dali refletindo sobre aquela frase. Ela mudou, de uma forma extraordinária, minha visão de encarar as pessoas, os estudos, o mundo, a vida. Tenho certeza de que Deus, naquela manhã, levou aquele pastor até o refeitório para dizer exatamente o que eu precisava ouvir.
A Bíblia fala que “as palavras agradáveis são como um favo de mel, são doces para a alma e trazem cura para os ossos” (Provérbios 16:24). Nesse verso, Salomão está falando do poder das palavras. Você já pensou na força que as palavras têm, sejam elas positivas ou negativas? Afinal, elas podem alegrar ou entristecer, nos fazer rir ou chorar, amar ou odiar e, até mesmo, viver ou morrer (ver Provérbios 18:21).
Há muitas pessoas que cresceram tendo que suportar a violência verbal. Elas ouviram tantas palavras negativas a seu respeito que deixaram de acreditar em seu valor próprio. Contudo, Deus nos fez especiais. O ser humano foi criado para servir-Lhe, mostrando ao mundo, por meio do Seu poder, que existe esperança e salvação. Alguém pode questionar: “Como vou dizer palavras positivas se, durante minha infância, recebi um bombardeio de palavras que me desmotivaram? Como tirá-las do coração?”
Nosso Pai celestial pensou em você. Na Bíblia, Ele deixou a resposta para esses questionamentos. Ela é uma fonte inesgotável de palavras que nos ajudam a não repetirmos as palavras antigas. Precisamos de palavras novas vindas de uma fonte externa. Essa fonte é Deus. Mediante o poder dEle, podemos parar o ciclo, interromper os rumores do passado e passar adiante apenas palavras de ânimo, que restaurem aqueles que têm o coração aflito.
O sábio escreveu que “cada palavra de Deus é comprovadamente pura; Ele é um escudo para quem nEle se refugia” (Provérbios 30:5). Portanto, assimile as palavras de Deus! “Quando nós O ouvimos, quando confiamos nEle, Suas palavras se tornam um escudo para nós. [...] Deus é uma fonte maravilhosa para uma nova linguagem” (Mark Finley, citado em O Poder das Palavras).
Fátima Simoni de Oliveira Silva

sábado, 14 de março de 2015

O Cristão Deve Protestar?

As Manifestações e o Evangelho


POSIÇÃO OFICIAL DA IGREJA SOBRE AS MANIFESTAÇÕES: 

O Brasil vive momentos delicados e complexos com a possibilidade de novas manifestações no País, inclusive de forte conotação política. Há um descontentamento de parte da população por conta do aumento de taxas, preços e custos, além de constante relação do Brasil com a corrupção na administração pública. Já vivemos no passado atos pacíficos e outros violentos entre manifestantes e policiais, resultando no vandalismo em várias cidades.

Diante desse quadro complexo, a pergunta que se ouve nestes últimos dias é: devem os adventistas se envolver nessas manifestações? Devem os pastores adventistas sair às ruas e fazer eco aos protestos?

Vale a pena mencionar uma citação inspirada da escritora Ellen White, que esclarece alguns pontos:
“O governo sob que Jesus viveu era corrupto e opressivo; clamavam de todo lado os abusos — extorsões, intolerância e abusiva crueldade. Não obstante, o Salvador não tentou nenhuma reforma civil. Não atacou nenhum abuso nacional, nem condenou os inimigos da nação. Não interferiu com a autoridade nem com a administração dos que se achavam no poder. Aquele que foi o nosso exemplo, conservou-Se afastado dos governos terrestres. Não porque fosse indiferente às misérias do homem, mas porque o remédio não residia em medidas meramente humanas e externas. Para ser eficiente, a cura deve atingir o próprio homem, individualmente, e regenerar o coração”. (O Desejado de Todas as Nações, 358).



Como Igreja, respeitamos as reivindicações porque nós temos saído às ruas para defender ideias, como o projeto Quebrando o Silêncio , contra o álcool, o fumo e as drogas e em defesa da liberdade religiosa. Saímos com os jovens no projeto Missão Calebe  e para doar sangue (www.vidaporvidas.com), chamando a atenção da sociedade para o bem, entre outras iniciativas.
Não é errado defender ideias e ideais, e todos têm o direito de se manifestar livremente, conforme a própria Constituição Brasileira prevê. Como Igreja, contudo, alertamos que nessas manifestações existem pessoas com intenções equivocadas que não combinam com os nossos pensamentos e princípios cristãos. Muito mais do que reivindicar, nossa missão é proclamar. Como cristãos, fomos chamados para influenciar o mundo e devemos continuar fazendo isso através do amor, doando-se e desgastando-se pelo bem da comunidade.

Na continuação, Ellen White diz: “Não pelas decisões dos tribunais e conselhos, nem pelas assembleias legislativas, nem pelo patrocínio dos grandes do mundo, há de estabelecer-se o reino de Cristo, mas pela implantação de Sua natureza na humanidade, mediante o operar do Espírito Santo. “A todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que creem no Seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade do varão, mas de Deus”. Jo 1:12, 13. Aí está o único poder capaz de erguer a humanidade. E o instrumento humano para a realização dessa obra é o ensino e a observância da Palavra de Deus”. (O Desejado de Todas as Nações, 358)

Estamos, como adventistas, neste mundo com uma mensagem especial que é preparar um povo para o encontro com o Senhor! Cremos que a nossa força não deve estar nas manifestações por justiça, mas em anunciar a volta do Senhor Jesus, a verdadeira causa!

A Bíblia é o nosso guia segura sempre. No livro de Hebreus 11:16 está escrito que: “Mas, agora, aspiram a uma pátria superior, isto é, celestial. Por isso, Deus não se envergonha deles, de ser chamado o seu Deus, porquanto lhes preparou uma cidade.”

O sonho dos sul-americanos, o sonho dos brasileiros, o sonho dos europeus… Todos querem uma pátria melhor. E ela existe. A cidade de Deus, a pátria celestial. Enquanto não estamos nela, seguindo Romanos 13, dedique tempo para orar pelas autoridades e para que o evangelho continue sendo anunciado com toda a força.

Lembre-se sempre: “Crede no Senhor vosso Deus e estareis seguros”. (2 Crônicas. 20:20).

Fonte: http://www.adventistas.org/pt/comunicacao/2015/03/11/as-manifestacoes-e-o-evangelho/

Compartilhe em seus grupos!


quinta-feira, 12 de março de 2015

Política, economia, sustentabilidade… chegou a hora! - Texto

Seu dinheiro está sumindo? A greve dos caminhoneiros acabou de virar a curva e o protesto de 15 de março já desponta no horizonte. Não pretendo levantar ânimos políticos, pois, como Igreja, não emitimos opinião a respeito. Mas é impossível negar a insatisfação do brasileiro com sua própria política. O grito se resume contra uma coisa: a corrupção. Todavia, a raiz do problema não é um nome ou um partido. Mais abaixo, no caule, está o fato de que se tiramos quem está, quem vamos colocar? Não temos opção! O sistema todo é um puro caos político. Creio que deva existir algum político que não seja corrupto, mas o que ele pode fazer praticamente sozinho? O pior é que a raiz é mais profunda que o próprio problema da política. Relaciona-se com a ética do comportamento brasileiro. Em nossa própria formação, aprendemos a aceitar o troco errado, desrespeitar os horários e desobedecer as leis de trânsito. Tirar vantagens em esperas e buscar alguém de influência “que está lá dentro” para conseguir vagas e atalhar burocracia é o famoso jeitinho brasileiro, ou melhor, corrupçãozinha brasileira. Somos “corruptinhos brasileiros”. A diferença dos nossos atos corruptos para os atos corruptos dos “que estão lá em cima” é apenas o tamanho da consequência. Mas a essência é a mesma. E como é cultural, o Brasil parece não ter mais conserto.
Mas o problema político-econômico não é apenas seu ou da Operação Lava Jato. É nosso. Dos brasileiros? Não! Em qualquer canto do mundo, não existe mais a segurança da riqueza. Hoje em dia não há economia que não esteja na corda bamba, correndo seus riscos por um fio. Digite “crise mundial” no Google e veja que a maior parte dos links estará passando pelos dutos do petróleo, um recurso natural. E quando se fala em natureza, o preço é realmente alto. Em nome de sua própria riqueza, o homem destrói a natureza, que depois reaparece revoltada, comendo aquela riqueza acumulada. Qualquer um sabe que os dias da sustentabilidade no planeta Terra estão contados[i].
Sem pessimismo nem sensacionalismo, nem precisamos mais de religião, Bíblia, profecia ou revelação para enxergarmos o deadline. Basta estar por dentro dos fatos para ter plena consciência de que chegou a hora em que este mundo não aguenta mais. Reestude as passagens bíblicas sobre os sinais da volta de Jesus, olhe para fora da sua janela e perceba que não precisamos mais de marcadores de datas. Querendo ou não, é chegada, em nossa geração, a hora de você repetir o que Jesus disse às vésperas de algo grandioso que estava para acontecer: “Pai, é chegada a minha hora (Jo 17:1)”. Do jeito que o planeta está, alguma coisa vai acontecer, porque viver assim é insustentável.
“No mundo, tereis aflições” (Jo 16:33), Cristo avisou. Como sobreviver a isso tudo? Ele deixou a dica, através de Seu próprio exemplo. Sempre que estava à iminência de grandes desafios, tinha profundos momentos de comunhão. E antes de enfrentar o maior sofrimento já registrado pela história humana, a cruz, fez Sua maior oração registrada na Bíblia (Jo 17). Devoção que redunde em comunhão, relacionamento e missão, “essa é a vitória que vence o mundo” (1Jo 5:4).
Comunhão. Jesus orou por si mesmo (Jo 17:1-5). O “Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz” (Is 9:5), tinha plena consciência de que Ele mesmo precisava de oração. Senso da dependência de Deus. Gaste tempo para escancarar a sua real situação para o Senhor. Abra o coração a Deus. Lave sua alma. Esvazie-se. Suplique pelo batismo do Espírito Santo. É hora de parar de brincar de ser cristão e orar de verdade.
Relacionamento. Jesus orou pelas pessoas que conviviam com Ele (Jo 17:6-19). Se a oração for preciosa para você, então vai querer orar também pelas pessoas que ama. Chegou a hora de parar de orar apenas por si mesmo. Depois de ter feito uma longa oração com vários detalhes sobre você, agora faça o mesmo por sua mãe, depois por sua sogra, seu primo etc. Não é orar por uma lista: “Abençoe Fulano, Cicrano e Beltrano”, e pronto. Não! É se importar sobre os detalhes peculiares de cada um.
Missão. Jesus orou por todos os que viriam a crer (Jo 17:20-26). Ore pela Igreja, pelos ministérios, pelas missões mundiais. Se você não sabe orar sobre isso, nessa parte da oração clame para Deus lhe ensinar. Quando for à igreja, anote tudo o que você acha que são necessidades e desafios da missão dela. Liste o nome de pessoas as quais você não tem acesso, que ainda não conhecem a Jesus. Escreva um plano pessoal seu, de ação missionária. E ore por tudo isso!
Desde criança ouço falar que Cristo está voltando. E Ele ainda não veio. Entretanto, muito mais preocupado em saber se chegou ou não a hora do planeta, preciso me preocupar com a hora da minha vida. Quando tudo é arrancado de nós e nos sobra somente a respiração, o que realmente importa? Chegou a hora de saber se a volta de Jesus é importante pra você. A intensidade com a qual você ora é proporcional à importância que a volta de Jesus tem pra você. Chegou a hora de você orar como nunca.
Afinal, em que hora da sua vida você está vivendo? [ii]
___________________
[ii] O autor apresenta esse assunto de forma ampliada em:http://www.nasaladopastor.com/2015/03/politica-economia-sustentabilidade.html .
O mesmo conteúdo deste vídeo pode ser visto em sermão em forma de vídeo (clique aqui) ou de texto (clique aqui).

Fonte: http://noticias.adventistas.org/pt/coluna/valdeci-junior/politica-economia-sustentabilidade-chegou-a-hora/



quarta-feira, 11 de março de 2015

Protesto de 15 de Março - O que a Bíblia diz?

Reavivados Por Sua Palavra

Daqui quatro dias haverá um protesto de gente que questiona nossa autoridade governamental.  Aqui, não promovemos tal protesto. Mas o que a Bíblia diz? Na leitura de hoje, Romanos 13:1-7 deixa claro que as autoridades governamentais seculares foram instituídas com propósitos específicos, e Deus espera que as respeitemos, em suas importantes funções. Então, qual deve ser mesmo a atitude do cristão para com as autoridades seculares?

A Bíblia enaltece os direitos da autoridade civil que Deus permitiu ascendesse ao poder para dirigir os negócios humanos. Deus quer que haja ordem na sociedade. Ele se opõe ao caos e à desordem. Nenhuma autoridade governamental tem o direito de reivindicar devoção total e absoluta. Esta pertence exclusivamente ao Criador. (Ver Atos 4:18-20; 5:28-32.)

A autoridade civil que reivindica prerrogativas divinas não é a espécie de governo a que Paulo se refere nessa passagem. A reação cristã a semelhante forma de governo é claramente expressa em Apocalipse 17:1 a 19:10. Paulo descreve os governos dizendo que são instrumentos para o bem. Devem promover o bem-estar dos cidadãos e punir o mal e a desordem.

Os cristãos devem ser cristãos leais que apoiem as autoridades governamentais em tudo que for possível. Mas, quando a lei civil se opõe à lei de Deus, e os cristãos têm de escolher entre uma e outra, o Senhor requer que obedeçamos a vontade dEle, e não a dos homens.

Este texto acima está baseado nesta passagem bíblica:

Todos devem sujeitar-se às autoridades governamentais, pois não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas.
Portanto, aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu, e aqueles que assim procedem trazem condenação sobre si mesmos.
Pois os governantes não devem ser temidos, a não ser pelos que praticam o mal. Você quer viver livre do medo da autoridade? Pratique o bem, e ela o enaltecerá.
Pois é serva de Deus para o seu bem. Mas se você praticar o mal, tenha medo, pois ela não porta a espada sem motivo. É serva de Deus, agente da justiça para punir quem pratica o mal.
Portanto, é necessário que sejamos submissos às autoridades, não apenas por causa da possibilidade de uma punição, mas também por questão de consciência.
É por isso também que vocês pagam imposto, pois as autoridades estão a serviço de Deus, sempre dedicadas a esse trabalho.
Dêem a cada um o que lhe é devido: Se imposto, imposto; se tributo, tributo; se temor, temor; se honra, honra.
Não devam nada a ninguém, a não ser o amor de uns pelos outros, pois aquele que ama seu próximo tem cumprido a lei.


Romanos 13:1-8
Seja bom cidadão, tema a Deus e ore pelo nosso governo.



Um abraço,
Valdeci Jr.

Leia também:

terça-feira, 10 de março de 2015

Política, Economia, Sustentabilidade... Chegou a Hora! - Vídeo



O mesmo conteúdo deste vídeo pode ser visto em texto de artigo (clique aqui) ou de sermão (clique aqui).


Leia também: Política, Mensalão, Cristão, Eleições... E a Vida Eterna?

Um abraço,

Pr. Valdeci Jr.

Babilônia - O que quer dizer?

Veja o vídeo O SIGNIFICADO DE BABILÔNIA clicando aqui.

A palavra Babilônia aparece pela primeira vez no livro de Apocalipse , no capítulo 14, verso 8, e é usada precisamente 6 vezes.

O número 6 é preeminente no misterioso culto da antiga Babilônia. Esta antiga cidade teve origem quando os homens conscientemente afastaram-se da graça de Deus e procuraram a salvação por suas próprias obras. A construção da cidade de Babilônia por Ninrode culminou na apostasia da torre de Babel.

Todo o projeto da torre estava em direto desafio à promessa de Deus de que Ele jamais voltaria a destruir o mundo por um dilúvio. O nome pelo qual eles desejariam ser lembrados era Bab-ril, que significa “porta de Deus”; mas Deus enviou-lhes confusão, e jamais concluíram o projeto . Deus chamou o lugar “Babel”ou “Babilônia”, que significa confusão. Sua torre que devia ser um monumento ao seu orgulho, tornou-se um memorial de sua loucura.

Desde aquele dia até hoje Babilônia tem simbolizado apostasia, arrogância, confusão e salvação humanamente arquitetada.

Duas antigas cidades, Jerusalém e Babilônia, são postas em contraste nas Escrituras - Salém, significando paz, e Babel significando confusão. Uma dessas cidades - Jerusalém - tornou-se o centro do reino terrestre de Deus; a outra - Babilônia - tornou-se o centro do governo terrestre de Satanás. No novo testamento, e especialmente no Apocalipse, essas duas cidades representam dois reinos espirituais.

Parte da tríplice mensagem de Deus hoje é: “Caiu, caiu Babilônia” Apocalipse 18:2-4 Os cristãos, a exemplo dos antigos edificadores de Babel, volveram-se do evangelho eterno para seguirem sua própria diversão, com a teoria da evolução substituindo o relato bíblico da criação. Esta teoria está sendo proclamada hoje, não só nos centros de saber mas mesmo dos púlpitos. O efeito dessa moderna teoria evolucionista sobre a crença cristã é tremenda. A fé está sendo sutilmente minada.

James Gilkey expõe a verdade sobre o cristianismo liberal assim: “Os protestantes liberais abandonaram a crença na infalibilidade verbal da Bíblia”. Para dar ênfase a isto ele cita recentes declarações de certos líderes modernistas os quais parecem deleitar-se em expressar bombástica incredulidade nas doutrinas cardeais do verdadeiro cristianismo. Um pregador disse: “Cremos que Jesus foi um ser humano... que Ele nasceu de modo normal ... Para nós, a morte de Jesus não foi em essência, diferente da morte de outros heróis”.

As nações, e até mesmo muitas igrejas, estão embriagadas com o vinho intoxicante de Babilônia. Como os antigos babilônios “enfurecidos pelos seus ídolos”(Jeremias 50:339; 51:7), desafiaram a Deus e foram derrotados (Daniel 5), assim encontrará também a moderna Babilônia sua condenação.

A antiga Babilônia podia ter sido curada, mas recusou a verdade de Deus (Jer. 51:9). Assim como a cidade antiga, a moderna Babilônia também está rejeitando o conselho divino. Havendo desprezado a palavra de Deus, ela se tornou na realidade “morada dos demônios, e coito de todo espírito imundo”. Apocalipse18:2.

Cada falsa doutrina encontrada na antiga Babilônia com todos os males que as acompanhavam, pode ser encontrada na moderna Babilônia. Visto que ela está condenada, Deus está chamando o seu povo para que se separe dela.

“Sai dela povo Meu, para que não sejas participante dos seus pecados”. Apocalipse 18:4.

“Saí do meio deles, e apartai-vos, diz o senhor... e Eu vos receberei”. II Coríntios 6:17.

Daí a importância de estudarmos a Bíblia pedindo sabedoria ao Espírito Santo que orienta e guia em toda a verdade, a fim de compreendermos o que Deus espera de nós hoje.

Quando Jesus voltar ele dirá a algumas pessoas que até tinham o nome de Cristãos: apartai-vos de mim.

“Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” - (MT 7:21-23)

Infelizmente algumas denominações religiosas incentivam um tipo de religião em que cada um segue suas próprias idéias quanto ao que é correto, costumes e tradições humanas, ao invés de obedecer as claras orientações da Bíblia Sagrada. Estas denominações e seus adeptos é que constituem “Babilônia”.

Veja o vídeo O SIGNIFICADO DE BABILÔNIA clicando aqui.

domingo, 8 de março de 2015

Dia Internacional da Mulher


Recado Pastoral de Fátima Silva a Todas as Mulheres da Igreja:



Parabéns pelo seu dia, querida mulher princesa filha do rei Jesus!

Um abraço,
Pr. Valdeci Jr.